#PicaChamativa #PossessãoFake

Olá de novo, mendigos e mendigas. Mendigos de sonhos, amores e prazeres. Mendigos de fé e esperança. Mendigos de talentos e dons.

Mais um dia que se foi e Jesus não voltou, os E.T.s não apareceram e a Terra ainda gira em torno do Sol não me diga . A guerra de cartéis na fronteira do Novo México continua matando mais de dez por dia e a  Dilma ainda não pediu pra sair (e quem disse que isso já passou pela cabeça dela?! #Inocente).

Dia tão feliz que a coisa mais importante que fiz foi passar três fases no GTA III e atingir 15% de conclusão do jogo (GTA V já foi lançado, já foi zerado e já é ultrapassado, mas meu PC é uma bosta e até Mario World roda travando por aqui; então GTA III ainda é a coisa mais maravilhosa que consegui jogar nesta bosta). Slipknot ainda embala minha vida com suas músicas encapetadas o tinhoso tem um ótimo gosto musical e a depressão continua ditando o meu humor.

Ouvi uma ministração de um cara chamado Lucinho Barreto (sim, Pastor Lucinho). O cara é muito engraçado. Sabe falar e utiliza muito bem o controle do tom da voz em suas palestras o que te prende de maneira muito surpreendente. Segundo ele mesmo (o Pastor), o cara já se fodeu para caceta nesta merda de vida e de alguns anos pra cá “Deus” tem “abençoado” sua vida. Isso me faz pensar… “O que é benção?” Ter saúde não é uma benção? Trabalho, oportunidade de trabalhar e não depender de terceiros para se locomover por não tem nenhum tipo de limitação física, isso não é uma benção também?! Eu considero minha vida uma bela de uma merda, mas eu sei que sou um cara abençoado porque eu tenho tudo isso. Tenho saúde, disposição, trabalho, minha cognição e físico estão em perfeita ordem tirando meus 250 quilos de obesidade e a vontade de morrer constante e o fato de ser mendigo não me torna um cara amaldiçoado. A falta de oportunidade ou sorte é maldição? Então se você está sob maldição, quer dizer que Deus não se importa com você? AFF… Pra falar a verdade nem tenho muita fé em uma divindade. A ideia de “Deus” pra mim é muito abstrata e não considero a Bíblia a palavra de Deus sorry crentes. Se existe dúvida então existe ausência de fé e se a sua fé é duvidosa, então não é fé. provavelmente você não crê e só dá atenção a este assunto ainda porque foi criado e ensinado a crer. Quando você manipula a mente das pessoas e lhes forja a forma de pensar ao seu bel prazer, é culpa da pessoa manipulada ou sua (manipulador) por lhe por este fardo nas costas (consciência)? A pessoa realmente consegue se livrar do fardo se a consciência ainda lhe cobra uma busca do que não se vê nem se sente? E o que seria este fardo? Os dogmas e doutrinas religiosas ou o fardo seria a imposição de que existe alguém ou coisa que não se vê ou sente; que não se mede ou pesa; que não fala e não se mexe; algo que simplesmente não é observável de maneira nenhuma (e não me venha com o exemplo do vento ou lhe mandei tomar no meio do teu orifício anal)… Que merda! Quem teria o poder de fazer algo por alguém que ama mas prefere a omissão? Neste caso a omissão é um tipo de castigo para a vítima ou o sofrimento alheio trás diversão ao omisso? Não sei se este tipo de pergunta é coisa da minha cabeça de  mendigo ou se tem mais alguém que pensa assim… Talvez eu só precise de remédios mais fortes.

Até breve.

Anúncios